Guarita Web Rádio Logo

COM MAIS HOSPITALIZAÇÕES, LITORAL NORTE RETORNA À BANDEIRA LARANJA NO DISTANCIAMENTO CONTROLADO

Guarita Web Rádio06/14/202041

O Governo do Rio Grande do Sul divulgou, no final da tarde deste sábado (30), as bandeiras de risco que vão guiar os protocolos do Distanciamento Controlado para a próxima semana. As novas bandeiras e os respectivos protocolos que regram o funcionamento de mais de cem atividades econômicas são válidas a partir de segunda-feira (1°/6) até o domingo seguinte (7/6). O monitoramento dos indicadores de risco é semanal, e a divulgação das bandeiras ocorre aos sábados, com validade a partir da semana seguinte.

As regiões de Uruguaiana e Capão da Canoa (que faz referência a Torres e outras cidades do litoral) foram as únicas que apresentaram mudanças – Ambas pioraram os indicadores em comparação à última semana. Pelos próximos sete dias, as duas localidades ficarão sinalizadas pela bandeira laranja, que conota risco médio.

Em Capão da Canoa, Torres e outros municípios do Litoral Norte, a ida da bandeira amarela para a laranja se deu pela piora nos números de hospitalizações, conforme os dados do Governo do RS. As internações confirmadas por Covid-19 na região saltaram de zero para 8 na última semana. Já o número pacientes em UTI por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) subiu de 2 para 12.

Pela terceira semana consecutiva, o Rio Grande do Sul permanece sem bandeira vermelha (risco alto) ou preta (risco altíssimo). Das 20 regiões monitoradas no Distanciamento Controlado, 14 delas estão com a bandeira laranja. Estão sob risco médio as localidades de Lajeado, Santa Maria, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Santo Ângelo, Cruz Alta, Palmeira das Missões, Erechim, Passo Fundo, Pelotas e Caxias do Sul.

A região de Porto Alegre é a que teve o maior número de novas internações na última semana, com 74 registros. A Capital e seu entorno são seguidos por Caxias do Sul (59), Passo Fundo (32) e Lajeado (23 internações novas). Já as regiões de Taquara, Ijuí, Santa Rosa, Bagé, Cachoeira do Sul e Santa Cruz do Sul estão sob risco baixo, representado pela bandeira amarela.



No território gaúcho como um todo, a quarta rodada do modelo de Distanciamento Controlado trouxe as seguintes alterações nas duas semanas:

O número de novos registros de hospitalizações SRAG de confirmados por Covid-19 aumentou 11,7% entre as duas últimas semanas, de 248 para 277;
• O número de internados em UTI por SRAG aumentou 10,3% entre as duas últimas sextas-feiras, de 242 para 267;
• O número de internados em leitos clínicos com Covid-19 aumentou 1% entre as duas últimas sextas-feiras, de 205 para 207;
• O número de internados em leitos de UTI com Covid-19 aumentou 22,4% entre as duas últimas sextas-feiras, de 125 para 153;
• O número de leitos de UTI adulto disponíveis para atender Covid-19 aumentou 7,4% entre as duas últimas sextas-feiras, de 501 para 538;
• O número de óbitos por Covid-19 aumentou 5,9% entre as duas últimas semanas, de 34 para 36;
• As regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos sete dias, por local de residência do paciente, são Porto Alegre (74), Caxias do Sul (59), Passo Fundo (32) e Lajeado (23).

FONTE: A FOLHA